DESIGN STUDY

NETFLIX

Análise de funcionalidade player de vídeo

 
netflix-player.png
 

INTRODUÇÃO

Entender um produto é usar o produto, sendo protótipo ou versão final é sempre muito importante para qualquer evolução e estudos de UX. Nesse caso a plataforma de estudo, além de ser uma plataforma conhecida, também é uma plataforma experiente em design de experiência do usuário. Este estudo foca-se em uma funcionalidade especifica e suas aplicabilidades, vamos avaliar sua viabilidade.

 
 

PESQUISA

Vale lembrar que a pesquisa foi feita com base em dados públicos, sendo acessíveis pelos métodos conhecidos de busca.


Qual o modelo de negócio?

Atua como serviço de streaming, produção de filmes e webséries, originalmente serviço de aluguel de DVD, ambos diretamente ligados a mídia de vídeo. Em 2005 já possuiam 4.2 milhões de usuários. Também adquiriu alianças com empresas de Smart TV, Desenvolvedoras de consoles de jogos eletrônicos, redes de tv, Google e Amazon.

Quem são os usuários? Qual o nível de contato com tecnologia?

59% dos americanos de 16 a 34 anos dizem que o Netflix é indispensável em comparação a 35% dos maiores de 35 anos. Com esses dados é possível avaliar que sua maioria é composta pela Geração Y (millennial) e a Geração Z, dos quais possuem maior contato com tecnologia para acesso a entretenimentos. 

Funcionalidade da plataforma?

Permitir que o usuário acesse e reproduza títulos de filmes, séries e documentários. 


Como essa nova funcionalidade vai alterar o comportamento do usuário ?

Ao reproduzir um título o usuário tem acesso a uma funcionalidade principal do player, essa função tem duas características "Assistir do inicio" e "Play" e uma delas está mais longe do usuário da plataforma web e app.


Como a nova funcionalidade deve se relacionar com a navegação do produto?

Trazer mais perto uma característica de uma funcionalidade já existente, focando em atender como uma melhoria.

Fontes: bstrategyhub - businessofapps

 
fonte: www.businessofapps.com.jpeg

"No final de 2019, os assinantes da Netflix somavam 167,1 milhões. Destas, 61 milhões de contas foram registradas nos Estados Unidos, com os 106,1 milhões restantes (63%) espalhados pelo resto do globo."

 

PLAYER

O player hoje disponibiliza um acesso rápido a função de play, basicamente você clica no título e pode reproduzi-lo. Mas não temos somente essa opção quando se trata de reproduzir um título na plataforma para Smart TV, temos também a opção de "Assistir do início" que coloca a reprodução no tempo 0:00

 

MELHORIA

A melhoria foi pensada em disponibilizar para o usuário da plataforma web as mesma opções da funcionalidade da Smart TV, fazendo com que o usuário tenha maior controle da programação. Proporcionar um acesso mais dinâmico e fácil, apesar de que um usuário com um perfil intermediário em tecnologia poderia manualmente colocar o player no início, essa não seria a opção mais direta, os passos seriam dar play > aguardar o carregamento > colocar manualmente a reprodução na minutagem 0:00 > apertar play , se estamos falando de uma internet mais lenta do que o esperado também teremos atraso e frustração na reprodução. No Brasil a velocidade média da internet é de 24,62 Mb/s, segundo Anatel, sendo equivalente ao mínimo por segundo recomendado pela Netflix para a qualidade Ultra HD.

 

No vídeo é demostrado a proposta de como ficaria a interação com os botões de reprodução para "Assistir do inicio" e "Play/Continuar". Esteticamente os botões seguem o padrão do componente inserido na plataforma.

 

ESTUDO DE USUÁRIO

Excelência garantida

OBJETIVOS

Tarefas realizadas dentro do app

  • Reproduzir títulos

  • Avaliar títulos

  • Buscar títulos

  • Incluir títulos em lista

DORES

Mapeamento da jornada

  • Acesso as funções manual a fu

  • Visualizar suas leituras e estante em uma única tela

  • Controle de andamento de leituras

  • Praticidade de atualização de status

SOLUÇÕES

Baseadas nas dores e objetivos

  • Cards apresentam todas as leituras em uma única tela 

  • Proposto componente carrossel para interação com elementos em ambos os lados da tela (loop mode)

  • Modal para elementos de atualização

  • Uso de recurso de navegação por gestos para máxima acessibilidade

 

ACESSIBILIDADE

É possível associar uma tecla especifica e comandos de voz ao botão como uma forma de melhorar a acessibilidade. (Guideline 2.1: Keyboard Accessible)

 

VIABILIDADE

Como seria essa mudança na prática? Estamos falando de uma plataforma com milhões de acesso pelo mundo, cada mudança assim como em todos os casos deve passar por uma análise cuidadosa, é indicado que mudanças em características tão conhecidas seja feito somente após um teste cuidadoso com usuários. Também pode ser feito um teste A/B e avaliar os dados de retorno do uso.

Para chegar na fase de Deploy, a implementação nesse caso pode ser feita quando já existe uma mudança indispensável na fila ou feita isoladamente. Sabemos que casos de deploy devem ser bem planejados, nesse caso seria o recomendado que a fosse feito isoladamente para ser feito um acompanhamento mais cuidadoso. 

Como a funcionalidade já existe, ela seria chamada ao clicar no botão que representa "Assistir do inicio". 

 

TESTE

Para avaliar a proposta foi feito uma entrevista com 6 usuários assíduos da plataforma do qual o feedback foi positivo, não houve resistência a mudança e também foi sugerido a inclusão desta proposta na tela onde o vídeo é reproduzido. Os usuários ficaram contentes também com ideia de não pegar spoilers na própria plataforma.

 

ITERAÇÕES

​Futuramente seria possível:

  • Adaptar a proposta para tela onde o vídeo está sendo reproduzido.

  • Adaptar a proposta para o catálogo e  tela de reprodução do aplicativo.

  • Continuar com testes extensivos de usuário.

 
Image by Thibault Penin

CONCLUSÃO

Incorporar um novo caminho a uma funcionalidade é algo bastante comum, inclusive está sendo feito atualmente pelo Instagram para a função reels, sendo inserido em etapas, então nem todos os usuários  tem acesso a esse novo layout que traz o ícone na barra inferior do aplicativo no lugar do ícone de lupa para buscas. Apesar de não ser uma mudança de redesenho completa, ela consegue mudar a interação do usuário com a plataforma, mas sem prejudicar o objetivo principal do aplicativo de "agregar pessoas, fazer com que compartilhem momentos e se aproximem".

Um dos principais objetivos de um design ux é se certificar que o usuário está tendo a melhor experiência em contato com o produto, ao disponibilizar mais um caminho de acesso a essa opção já existente permitimos que o usuário tenha mais conforto ao acessar sua programação e também estamos alinhados com  a visão do produto "Becoming the best global entertainment distribution service." (Tornando-se o melhor serviço global de distribuição de entretenimento);

Foi muito interessante realizar esse estudo, pensar como trazer essa opção pra usuários reais e avaliar como seria a implementação na prática, como possuo experiência no mercado fazendo exatamente isso, é bacana ver como funcionaria para uma plataforma que a empresa não é necessariamente focada em tecnologia e construção de softwares.

 

©2020 Treicy Madelon

  • LinkedIn